Inovar Geralmente é
Descobrir o Óbvio

É comum associarmos a ideia de que a inovação se dá quando criamos um novo produto… Algo inédito!

A verdade é que inovação tem muito mais a ver com resolução de dores do que com ideias mirabolantes ou inéditas.

Veja o caso da seguradora Trov, sediada no Vale do Silício…

Um dos grandes problemas que os clientes de seguros enfrentam é a demora em aprovações de sinistros, além dos altos custos.

Como a Trov inovou?

Simples: Ela criou um app que elimina a burocracia do processo e permitiu ao segurado definir quando e qual produto deseja segurar.

Veja esse exemplo:

Vamos imaginar que você vai sair de casa de bicicleta para fazer um passeio ao ar livre com os amigos.

Basta abrir o app da Trov, ativar o seguro para a bicicleta e pronto! Sua magrela está segurada. Ao voltar para casa, é só desativar o serviço de cobertura.

Ou seja… você só paga pelo período em que efetivamente estiver usando o seguro.

Inovar é resolver dores! Se você fizer com maestria, não será necessário criar novos produtos ou serviços. Na verdade, a simplificação geralmente é o melhor caminho.

Antes de prosseguir leia novamente a frase acima…

Internalize…

.

.

.

Ótimo! Vamos em frente…

Outra ideia igualmente genial vem do setor imobiliário…

Ao invés de abrir mais uma corretora de imóveis tradicional, a startup Quinto Andar resolveu atacar uma dor comum a todos que procuram um imóvel para alugar: demora com papelada e burocracia com seguro fiança.

A sacada da startup foi a seguinte…

Eles decidiram simplesmente se responsabilizar por pagar o seguro para o cliente após análise de crédito, além de assumir a responsabilidade por papeladas e burocracias de cartório.

Resultado: em apenas 48h você pode estar com as chaves do imóvel em mãos. Algo que pode levar alguns meses pelos meios tradicionais.

Em um mercado que enfrenta severas dificuldades e onde quase 650 construtoras e incorporadoras entraram em recuperação judicial ano passado, a startup Quinto Andar cresce de forma surpreendente.

No final de 2016, a empresa captou US$ 12,5 milhões de fundos como o Qualcomm Ventures e o Kaszek, de ex-funcionários do Mercado Livre. Para 2018, os planos são de crescer pelo menos cinco vezes.

Esses e diversos outros exemplos mostram que investir em inovação pode ser mais vantajoso que gastar seus recursos para se defender da concorrência.

Fica a reflexão:

Quais dores os clientes enfrentam em seu mercado de atuação? O que poderia tornar a vida deles melhor?

Acredite, essa resposta pode te transformar o seu negócio em um unicórnio (empresa com valor de mercado de 1 bilhão de dólares).

Na próxima página, vou contar para você o segredo de como as boas ideias são geradas!

Continue comigo…