Como Tornar a Concorrência Totalmente Irrelevante

Os ursos só atacam quem invade seu habitat.

Pense a respeito disso…

Não tente vencer seus concorrentes… Saia de seus territórios e eles não farão mal algum a você.

Empresas de sucesso não jogam pelas regras tradicionais, elas criam novas regras e remodelam o ambiente.

No ambiente da inovação, os “ursos” simplesmente não existem… A concorrência NÃO EXISTE ou pelo menos é insignificante.

Empresas como Facebook, Linkedin, Amazon, entre outras, criaram seu próprio ambiente e ecossistema.

Não gastam tanto tempo olhando para concorrentes e tentando se defender deles. Elas têm tempo e recursos para investir em coisas bem melhores e expandir seus negócios.

Elas literalmente têm “a floresta” só para elas!

Mas isso não é monopólio?

A resposta é: SIM! 

Diferente do que o senso comum ensina, criar um monopólio é muito mais saudável do que lutar pela sobrevivência em “ambientes saturados“. 

Temos diversos exemplos de empresas de tecnologia que remodelaram o seu mercado e se afastaram de trilhas óbvias: 

Whastapp, Netflix, Spotify, entre outros…

Mas não são apenas empresas relacionadas à tecnologia que podem criar tais ambientes…

Em seu livro consagrado: A Estratégia do Oceano Azul, o autor W Chan Kim, mostra o brilhante exemplo do renomado Cirque du Soleil

Em um mercado que ano a ano vem encolhendo, esta companhia de espetáculos de origem canadense, resolveu inovar e quebrar velhos paradigmas.

Diferente de circos tradicionais – voltados para crianças, com tickets baixos e uso de elefantes, leões e etc. – o Cirque du Soleil, passou a focar em um público adulto, com tickets altos e sem uso de animais.

Suas apresentações possuem uma temática bem definida e espetáculo de alto padrão.

Essa nova fórmula fez com que, em menos de 20 anos, o Cirque du Soleil alcançasse o nível de receita que o campeão mundial da indústria circense havia atingido após 100 anos de atividades.

Viu? Pode ser vantajoso não seguir rastros!

Mas talvez você se pergunte…

Como começo a inovar no meu próprio negócio?

É exatamente isso que falarei a seguir…